Dia do Professor

Hoje, 15 de Outubro, é Dia do Professor.
Para homenagearmos todos aqueles que se dedicam a essa importante missão, destacamos o depoimento de um Professor que se dedicou por anos aos ensinamentos na quadra e à formação cidadã por meio do esporte:

Acredito que o Professor de Educação Física, quando escolhe a Profissão, deve estar disposto doar-se e ser o melhor no que faz. Os ensinamentos devem ir além do Esporte e o retorno é o maior ganho da Profissão. O papel do Profissional deve ser o de promover e incentivar os alunos.

A Educação Física tem a natureza de ser uma das disciplinas que mais aproxima Alunos de Professores em uma Instituição de Ensino, devido à dinâmica e o prazer da prática. Ela dá a oportunidade aos Educadores de contribuírem não só para a formação esportiva, mas também para a formação cidadã.

No entanto, nos cerca de cinquenta anos dedicados à Educação Física, pude observar várias transformações na relação entre Professor e Aluno. No início da minha atuação Profissional, a Escola ainda era vista como uma extensão da casa, até mesmo sob incentivo das famílias. Hoje, essa relação é mais aberta, mas não menos importante na formação dos alunos.

Recordo-me que, certa vez, a equipe de Handebol do Colégio Estadual Sagrada Família, onde atuei por mais de quarenta anos, contava com um atleta excepcional, Nilton Cruz. Ele chegou a abandonar a equipe por não poder comprar um tênis. Entrei em contato com uma loja de material esportivo, que doou um par de calçados ao Nilton. Fiz isso por ver nele um futuro enorme, não só no esporte.  Ele chegou a atuar na Seleção Brasileira de Handebol. Hoje é cantor e compositor na Europa. Ele me escreveu uma carta, recentemente, agradecendo o incentivo.

Até hoje colho os frutos da minha dedicação à Profissão e aos meus alunos. Muitos me encontram nas ruas e fazem questão de um abraço ou de um aperto de mão. O Professor de Educação Física deve utilizar o seu poder de incentivo para fazer a diferença na vida das pessoas.

 

José Atayde Lacerda, 83 anos, Professor de Educação Física aposentado. Formou-se pela Escola de Educação Física da Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG, em 1959. Atuou nas Escolas Pitágoras, COLTEC, Dom Silvério, Sagrada Família, Colégio Estadual, Pio XII e Complexos do SESI. Foi professor substituto na UFMG e lecionou Handebol. Aposentou-se em 2005, após cerca de 50 anos como Professor.  

 

 

Parabéns, Professores!