Belo Horizonte sediou, de 6 a 8 de Junho, o I Seminário Paralímpico Escolar – Regional Sudeste. O evento foi realizado pela Academia Paralímpica Brasileira – APB e, em Minas Gerais, conta com a parceria do Conselho Regional de Educação Física da 6ª Região – CREF6/MG, da Secretaria de Estado de Esportes – SEESP/MG e da Secretaria de Estado de Educação SEE/MG.

O Presidente do CREF6/MG, Claudio Boschi, destacou a importância das parcerias para o desenvolvimento do esporte paralímpico. “Agradeço a confiança e o respeito do Comitê Paralímpico Brasileiro pela Profissão de Educação Física e a parceria com a SEESP/MG e SEE/MG. Isso demonstra uma sinergia entre os órgãos”.

Cerca de 300 pessoas, representantes dos Estados de Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo, participam do evento, no Campus Coração Eucarístico da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais – PUC Minas, por meio de minicursos, palestras, apresentação de trabalhos e estudos de caso.

O Coordenador Geral da Academia Paralímpica Brasileira – APB, José Fernandes Filho, acredita que a parceria com o CREF6/MG aproxima os Profissionais do Estado das iniciativas do Comitê Paralímpico Brasileiro – CPB. “O projeto do Comitê Paralímpico Brasileiro é capacitar cerca de 200 mil Profissionais de Educação Física até 2020. Em quatro meses, capacitamos 1500 Profissionais de Educação Física e Profissionais da área da Educação, além de alunos, envolvidos com o Esporte Paralímpico Escolar. O apoio do Sistema CONFEF/CREF’s é fundamental ao trazer esses Profissionais para a capacitação, para o movimento paralímpico, para o que significa a Educação Física adaptada”.

O Seminário já foi realizado em outras cinco regiões do país e o objetivo é oferecer embasamento teórico-prático para os Profissionais envolvidos, por meio da troca de experiências na área de Esportes Paralímpicos em cada deficiência, visando ao desenvolvimento de ações voltadas para a prática paradesportiva no ambiente escolar.

“Estes fóruns vão se prolongar, as discussões vão acontecer e vamos amadurecer o que a gente quer, o que o Profissional de Educação Física deseja e o que ele pode levar de bom para a pessoa com deficiência no processo educacional. Assim, é uma contribuição importante quando CREF’s Regionais estão juntos nesta proposta para discutir e obter um resultado maior para o Esporte Paralímpico Escolar”, anseia o Vice-Presidente do CPB, Ivaldo Brandão.

O Seminário Regional Paralímpico Escolar teve origem na realização do Seminário Internacional Escolar Paralímpico, em 2017, quando foi percebida a necessidade de regionalizar as discussões face às demandas apresentadas. O evento será realizado a cada dois anos.

O Coordenador Geral da APB, José Fernandes Filho; o Vice-Presidente do CPB, Ivaldo Brandão; o Presidente do CREF6/MG, Claudio Boschi e o Secretário de Estado de Esportes de Minas Gerais, Ricardo Sapi, durante cerimônia de abertura do Seminário na PUC Minas.